Olá! Se chegaste até aqui é porque te sentes interessada em conheceres um pouco mais sobre ti mesma e sobre a forma como a roupa assenta no teu corpo.

Quero que entendas desde já o meu ponto de vista: a roupa tem como função cobrir o corpo, protegê-lo, embeleza-lo, criar uma ligação com o outro mas JAMAIS condicionar de alguma forma o teu corpo.

A roupa DEVE ADAPTAR-SE ao nosso corpo e não o contrário!

Jamais deves ficar frustrada porque “o teu corpo não cabe nas roupas” ou forçares o teu corpo numa trabalho físico para o alterares… isso é falsear a beleza que tens em ti! Cada ser é único e é nessa particularidade que se torna belo!

Porque razão o Belo é inatingível?

A resposta é simples: Porque não é real! A beleza corporal que se tenta criar, divulgando-a através da comunicação social, é um estereótipo. Olhando para o tipo de corpo perfeito, reflitam por uns segundos:

Porque razão essa imagem é Bela/perfeita?

Porque poucos são os que a conseguem atingir. Se todos conseguíssemos atingir essa “perfeição” seriamos todos iguais, e isso não seria Belo, seria normalizado!

Respeita-te e ama-te como és!

Tu és linda! Só ainda não sabias isso!

Esta conversa fez-me lembrar, quando era pré-adolescente, sabem… aquela fase em que de repente tens a anca muito larga, a tua amiga não… tens umas maminhas “empinadas” a tua amiga não… e… surgem as piadas, os piropos e… a tua falta de jeito para os receber! Ok… reconheço que muitas de vocês poderão estar a dizer: “eu sabia receber piropos”, mas confesso: EU NÃO! Ficava mal porque não recebia, ficava mal porque recebia… simplesmente porque não me identificava! Não me reconhecia! Até que um dia ouvi o piropo da fruta! Também ouviram? Se não ouviram, digo-vos eu:

“És muita fruta!”

Ri-me mas fiquei a pensar no assunto (típico, eu parei na idade dos porquês heheh): seria mesmo muita fruta? Fruta de quê? Que tipo de fruta?

Pequena nota: os meus pensamentos são, por vezes, excessivamente visuais e via-me, assim, vestida de várias frutas… cabecinha, bracinhos e perninhas de fora!

Reconheci porém que me identificava com algo… uma forma, um cheiro, um sabor… e por momentos, aquele piropo, fez-me gostar mais de me descobrir a mim mesma do que receber o elogio em si!

Por isto tudo…

Porque quero que te reconheças/identifiques enquanto forma!

Trago o tipo de corpo através da fruta!

Normalmente o tipo de corpo traz uma identificação geométrica adjacente, mas… isso é muito básico! Eu quero que vocês se reconheçam como BOA FRUTA que são!

Vamos lá ver o que trago na fruteira?

Antes meçam por favor os vossos ombros, cinta e quadril. Caso não saibam bem como fazer fica uma dica:

  • Ombros – medida da parte mais larga dos ombros, por cima da zona do peito
  • Cinta – medida da zona mais estreita da vossa barriga ou 1 a 2 dedos acima do umbigo
  • Quadril – a medida que passa por cima da zona púbica que apanha a zona mais alta do rabiosque

Quero apenas salientar que, como mulher e mãe, trato de forma simples e direta todos os assuntos. Quando me referir a peito, refiro-me à zona de pele que vemos num decote e quando me referir a mamas, à parte do corpo característica de um mamífero que serve para alimentar as crias. Comigo não há peito por mamas! Peito é peito e mamas são mamas!

Vamos então ver que fruta és!!!

Cereja – Ampulheta

Cereja – a Ampulheta

Esta é tipo de corpo que é literalmente a cereja no topo do bolo, todos os outros tipos tentam harmonizar as partes para serem “cerejas” em termos visuais. Assim, este é o modelo mais equilibrado entre a parte superior e inferior do corpo. A medida dos ombros é a mesma que a dos quadris, varia no máximo até 15cm, além da cintura ser mais estreita.

O ideal para quem tem esse tipo de corpo, é encontrar roupas que não marquem muito a cintura. Se tiverem coxas grossas e mamas grandes é possível disfarça-las valorizando mais o peito e ombros, destacando o rosto.

Figo ou Pera – Triângulo

Figo ou Pera – Triângulo

As mulheres com este formato de corpo possuem os ombros e a cintura mais estreitos que os quadris. Geralmente elas tem a cintura marcada em contraste com o quadril mais largo e o rabiosque grande. Também é comum as coxas mais grossas, mesmo estando magras mantêm essa forma e poderão ter pernas altas ou pernas curtas, o que faz a diferença entre o figo e a pera. Também podem ter aquela barriguinha saliente apenas na zona abaixo da cintura.

Como se mostram cerejas?

Disfarçando o quadril largo e as coxas grossas, destacando os ombros e aumentando a largura dos ombros. As roupas ideais para esse tipo de corpo são calças flare ou boca de sino, legging ou skinny com túnicas ou camisas que cubram o rabiosque, calções de tamanho médio e soltos, macacão com a cintura marcada e a parte de baixo com corte reto, camisolas com decote em V e U, ombreiras, maxi colar para chamar atenção ao decote.

Morango ou Manga – Triângulo Invertido

Morango ou Manga – Triângulo Invertido

Quem tem esse tipo de corpo possui ombros largos e visivelmente maiores que o quadril e coxas. A diferença entre o morango e a manga é que o morango é uma estrutura de corpo pequena e fina, já a manga estrutura mais robusta e larga. Os seios e peitorais são grandes (até mesmo barriga saliente no caso da manga), acompanhados de pernas longas, e finas.

Como se mostram cerejas?

Dando volume ao quadril para equilibrar com os ombros, deixando proporcional o tamanho do tronco com as pernas. Para isso, chama-se mais atenção para as coxas, dando foco ao centro do corpo para diminuir visivelmente o tamanho do tronco e destacando o peito e pescoço. Usa roupas com caimento suave e solto, com detalhes abaixo da cintura. De modo algum uses realce nos ombros, como ombreiras, camisas com decote à barco ou decotes quadrados.

Banana ou Ananás – Retângulo

Banana ou Ananás – Retângulo

Neste corpo quase não há quadris. A diferença entre o tipo Banana e o tipo Ananás é que um é de estrutura fina e o outro de estrutura robusta. A cintura e os ombros têm praticamente as mesmas medidas, ou seja, não tem cintura. Geralmente essas mulheres quando engordam, ganham peso idêntico em todo o corpo.

Como se mostram cerejas?

O ideal é usarem looks que criem ilusão de cintura. É recomendado o uso de peças que marquem a cintura, chamando a atenção para o meio do corpo, adereços que destaquem o rosto. Roupas soltas também são uma boa opção.

Romã ou Maracujá – Oval

Romã ou Maracujá – Oval

A principal característica deste tipo de corpo é a largura da cintura, que é bem maior que a dos ombros e dos quadris. As mulheres com este tipo de corpo estão geralmente acima do peso, a barriga fica em forma de O e não têm cintura. O pescoço pode ser curto e largo, os braços mais grossos no caso de serem Romã, as pernas um pouco mais finas do que o resto do corpo e os seios são fartos, podendo não o ser no caso de serem Maracujá.

Como se mostram cerejas?

As roupas ideais são as que redistribuem as formas de uma maneira mais proporcional. Roupas com tecidos que provoquem caimento solto e suave, que alonguem a silhueta, destaquem as mamas e ombros tirando o foco do abdómen mais largo

DUAS Perguntas recorrentes:

Posso mudar de tipo de corpo?

Sim podes. Por motivos hormonais, o facto de termos filho, alguma fase de vida mais difícil que estejamos a viver… Temos pré disposição para um tipo, mas ele pode alterar-se mediante impactos grandes de vida que estamos a passar.

Não me encaixo literalmente nas indicações do tipo de corpo, é normal?

Sim é normal. Porque ao tipo de corpo tens depois outros fatores genéticos. Pernas longas ou curtas, pernas grossas ou finas, cintura subida ou descida, pescoço longo ou curto, braços gordos ou finos, mamas grandes ou pequenas… uma imensa panóplia de coisas que te torna diferente! A ideia é orientar-te para perceberes o tipo de realce que podes dar ao teu corpo através da roupa, não condicionar-te à procura SÓ dessa roupa. O importante é reconheceres-te! Toda a fruta tem um nome e nenhuma das da sua espécie é igual! Aceita essa diferença e ama-te como és!

Agora que já sabes a BOA fruta que és… bebe do teu sumo e sê feliz!

Nutre-te de ti!